Wiki Ace Combat

Assim como a Acepedia internacional está na wiki.gg, nós também estamos lá. Acesse a nossa Acepédia brasileira de lá pelo link: https://acecombat.wiki.gg/pt-br

E agora temos um canal no Rumble e no Youtube Acesse: Rumble: https://rumble.com/user/AcepediaBR Youtube: https://www.youtube.com/@AcepediaBrasil

LEIA MAIS

Wiki Ace Combat
Advertisement
Wiki Ace Combat


O XB-0 Hresvelgr (フレスベルク Furesuberuku) foi um protótipo de cruzador de comando pesado construído pela South Belka Munitions Factory (SBMF) antes e durante a Guerra Belka. Quando a guerra estourou em março de 1995, o XB-0 ainda não estava totalmente apto para o combate, impedindo seu uso na ofensiva inicial dos militares de belkas.[2]

Em algum momento no final de 1995, a organização A World With No Boundaries (Um Mundo Sem Fronteiras) apreendeu o XB-0 do SBMF e o usou para bombardear a cidade de Lumen e a Base Aérea de Valais. Posteriormente, foi abatido pela Equipe Galm enquanto tentava escapar para o norte sobre as montanhas Waldreich.

Etimologia[]

O nome do XB-0 Hresvelgr vem de Hræsvelgr, um gigante da mitologia nórdica que assume a forma de uma águia gigantesca.

História[]

Desenvolvimento[]

O XB-0 em seu hangar no Monte Schirm

O XB-0 em seu hangar no Monte Schirm

O XB-0 foi desenvolvido pela South Belka Munitions Factory como uma nave de comando móvel e porta-aviões. Um dos objetivos de longo prazo do projeto exigia a produção em massa da fuselagem, o que permitiria seu uso em vários campos de batalha. Foi pelo menos parcialmente construído em uma base da Força Aérea Belka perto do Monte Schirm; um enorme hangar abobadado conhecido como "Ninho de Pássaro" também foi erguido para abrigar o caça durante a construção e os testes.

Apesar de seu tamanho imenso, o desenvolvimento do XB-0 permaneceu em grande parte desconhecido para a divisão de inteligência das Forças Aliadas, devido à cobertura de nuvens pesadas em torno de Mina Yering. Quando a Guerra Belka estourou em março de 1995, o XB-0 havia concluído apenas os testes primários e não estava pronto para produção em massa. Como resultado, foi incapaz de reforçar o esforço de guerra militar dos belkas.

Comissionamento[]

Ver artigo principal: Um mundo sem fonteiras, ou Operação Valquíria

Por volta do início de seu golpe de estado em dezembro de 1995, a organização terrorista A World With No Boundaries confiscou o XB-0 para seu próprio uso. O paradeiro do caça permaneceu desconhecido até 25 de dezembro, quando os terroristas o usaram para bombardear a cidade de Lumen, onde o tratado de cessação das hostilidades foi assinado em 20 de junho. O XB-0 então viajou para o leste de Ustio e atingiu a Base Aérea de Valais, antes de ajustar o curso e tentar escapar para o norte de Belka.

Cipher atacando o XB-0

Cipher atacando o XB-0

Embora a pista de Valais tenha sofrido danos consideráveis, a Equipe Galm decolou após a realização de reparos de emergência. Eles perseguiram o XB-0, eventualmente alcançando-o nas Montanhas Waldreich. Suas escoltas de caça, que incluíam a Equipe Espada, enfrentaram os Galm, mas acabaram sendo abatidas. O Galm 1 então desativou os motores do XB-0 e várias armas antiaéreas, tornando o caça indefeso. A subsequente destruição da sua cabine fez com que o XB-0 perdesse altitude e colidisse com as montanhas; seus destroços provavelmente ainda permanecem espalhados pelas encostas das montanhas. Larry Foulke, que se juntou aos rebeldes após os eventos de 6 de junho, é o único sobrevivente conhecido da batalha, tendo escapado do espaço aéreo em seu F-15C pouco antes da queda do XB-0.

Legado[]

Apesar da sua destruição, o conceito XB-0 inspirou a criação de outras naves de guerra aéreas ao redor do mundo. Os esquemas do XB-0 estiveram diretamente envolvidos no desenvolvimento do cruzador de comando pesado P-1112 Aigaion da Estovakia e sua Frota Aérea. Acredita-se também que, embora não confirmado, o XB-0 influenciou o bombardeiro Useano XB-10, bem como os helicópteros Gandr e Gleipnir de Leasath.

Design[]

O XB-0 Hresvelgr era um enorme navio de guerra aéreo classificado como um "cruzador de comando pesado". Ele apresentava uma fuselagem volumosa e uma envergadura de 503 m (1.650 pés).[Notas 1] Era impulsionado por seis motores de alta potência - três por asa - que forneciam 1.350,2 kilonewtons de empuxo cada. O revestimento do casco do caça foi equipado com vários canhões defensivos e lançadores de mísseis antiaéreos.

Duas grandes saliências arredondadas em ambos os lados da fuselagem agiam como um dos muitos recursos estabilizadores aerodinâmicos do XB-0: grandes lemes dorsais e ventrais perto das pontas das asas da aeronave aumentavam a estabilidade, enquanto dezenas de corpos anti-choque ao longo das bordas das asas reduziam arraste na fuselagem. O XB-0 apresentava estabilizadores verticais de bombordo e estibordo que se estendiam várias dezenas de metros além da popa do caça.

O XB-0 devia seu tamanho imenso ao uso pretendido como um porta-aviões para transporte e implantação de aeronaves. Na capacidade máxima, o XB-0 era capaz de acomodar 50 caças.

Galeria[]

Curiosidades[]

  • Embora o XB-0 supostamente é destinado a transporte de aeronaves, seu design no jogo sugere que ele é incapaz de fazê-lo: nenhum hangar ou pista é visível e o casco do XB-0 parece estar completamente fechado, sem passagem de aeronaves.

Notas[]

  1. Embora a mídia oficial estatal afirme que o Hresvelgr tem 503m de largura, seu modelo no jogo em The Talon of Ruin não corresponde à descrição do cânon. O modelo do jogo do hangar, conforme descrito em Lying in Deceit, também é menor do que o modelo do jogo da aeronave.

Referências[]

  1. BACKGROUND / SUPER WEAPON / XB-0, Bandai Namco Entertainment. Retrieved July 5, 2016.
  2. XB-0 Hresvelgr, Acepedia. Acesso: <https://acecombat.fandom.com/wiki/XB-0_Hresvelgr> acessado em 09 de Junho de 2023.
Advertisement